O que é Backup e qual a sua importância?

O que é Backup?

O primeiro passo para uma pessoa ou para uma empresa entender o que é backup é ter a noção de que seus dados podem ter importância patrimonial e, portanto, devem receber o mesmo tratamento de outros itens de valor. Para avaliar o nível de valor que alguma coisa te representa, bastar imaginar quais as conseqüências que você teria ao perdê-la ou tê-la como inacessível. Por exemplo, suponha que você nunca tenha se preocupado em fazer revisões regulares em seu carro e, um belo dia, o veículo sofre uma pane minutos antes de um compromisso. Além do prejuízo com o reparo do carro, você pode ter perdido algo muito importante por não ter comparecido ao lugar que você ia.

Imagine agora o que aconteceria se o banco do qual você é cliente perdesse os dados de todas as contas. Como saber a quantidade de dinheiro que cada cliente possui? Como saber quem são os clientes? Esse talvez seja o exemplo que melhor ilustre a importância de encarar os dados como um patrimônio, como algo de valor.

Para você saber o quão importante são seus arquivos, imagine o que aconteceria se você os perdesse. Qual seria sua reação ao saber que seu acervo de mais de 10 mil músicas simplesmente sumiu? O que você faria se descobrisse que os arquivos de seu trabalho de conclusão de curso estão todos danificados? Quais seriam as conseqüências ao descobrir que o CD onde você guardou a única cópia de uma importante apresentação de slides está quebrado? O que diriam os seus amigos ao descobrirem que, por uma falha em seu computador, você perdeu todas as fotos daquele grandioso evento que vocês foram? Qual a desculpa que você daria ao seu chefe ao constatar que aquele relatório de mais de 100 páginas está corrompido?

Bom, se você imaginou as situações acima ou já passou por algo semelhante, já deve ter noção de todos os transtornos que isso pode causar. Então, com base nisso, pergunto: o que você faria para evitar que situações constrangedoras como essas te acontecessem? Se entre as opções que você cogitou está a de fazer cópias dos arquivos, meus parabéns, pois backup é exatamente isso, uma cópia que fica à sua disposição para o caso do arquivo original não puder ser usado por algum motivo. Agora que você já entendeu o espírito da coisa, que tal incluir o backup no seu cotidiano?

 

Com que freqüência fazer backup?

Um backup não serve apenas para ser usado no lugar de um arquivo danificado ou inacessível. A cópia também pode ser usada para consultar uma informação que, por um motivo ou outro, não existe na versão atual. Por isso, é importante ter em mente qual a finalidade do arquivo e com que freqüência ele é atualizado para definir o intervalo no qual as cópias de segurança devem ser feitas.

Se você possui, por exemplo, um pequeno comércio, talvez seja adequado fazer backup dos dados diariamente, já que clientes e pedidos novos são adicionados todos os dias. No entanto, se você está fazendo um trabalho de conclusão de curso, pode criar cópias toda vez que o arquivo for alterado.

Se você quer fazer cópias de seus arquivos de música, pode fazê-lo uma única vez, e apenas acrescentar as canções novas que adquirir. Isso porque os arquivos de música não são alterados constantemente. O mesmo vale para os seus vídeos, seus arquivos em PDF, suas fotos, enfim.

Com base nesses exemplos, analise a sua situação para verificar quando fazer backup de seus arquivos. Via de regra, quanto mais atualizados e importantes eles forem, cópias mais freqüentes devem ser feitas.