Gestão de micro e pequenas empresas: quais são as maiores dificuldades?

A correta gestão de micro e pequenas empresas é muito importante para qualquer empreendedor.

Isso porque ela faz com que você entenda o negócio de maneira completa, facilitando as tomadas de decisão e, principalmente, o crescimento de maneira acelerada.

Mas o que significa esse entendimento completo?

Quer dizer que você passa a ter clareza de onde a empresa quer chegar, quem é o seu cliente, como ele se comporta e o que espera de você, como funciona o mercado e o concorrente e muito mais.

E tudo isso é essencial para o desenvolvimento e crescimento de qualquer negócio.

E então, quer saber quais são as maiores dificuldades na gestão de micro e pequenas empresas?

Leia o próximo tópico para descobrir!

As 3 maiores dificuldades na gestão de micro e pequenas empresas

Listamos 3 das maiores dificuldades dos empreendedores na gestão de micro e pequenas empresas.

Confira!

 

1 – Falta de planejamento

O planejamento é um ponto básico na hora de fazer a gestão de micro e pequenas empresas.

E sem ele, fica praticamente impossível a criação de estratégias sustentáveis, a realização das tarefas de forma adequada e, consequentemente, o crescimento do negócio.

Se esse é o seu caso, é imprescindível que comece agora mesmo a estruturar o seu planejamento.

O primeiro passo é saber exatamente aonde quer chegar.

Qual é a missão da sua empresa?

Qual é o motivo da existência dela?

Saiba também quem são os seus clientes e como você pode ajudá-los com o seu produto ou serviço.

Qual é a dor que o produto supre?

Em seguida, estruture as suas metas de faturamento e os indicadores de resultados. É assim que consegue acompanhar o crescimento do negócio.

É importante também que entenda e desenhe todos os processos internos e conheça o seu concorrente.

Isso significa fazer um diagnóstico do mercado e saber de que forma a sua empresa se torna competitiva.

Quais são os pontos fortes e fracos dela?

Coloque tudo no papel e tenha a clareza do que manter e do que melhorar para ganhar cada vez mais espaço e conquistar sempre muitos clientes.

 

2 – Falta de um sistema de gestão

O sistema é essencial na gestão de micro e pequenas empresas.

Isso porque ele permite que você tenha informações fidedignas e completas com relação à operação do negócio, estejam elas relacionadas a vendas, compras, financeiro, recursos humanos, etc.

E o mais interessante, é que existem alguns softwares, como o sistema de ERP, por exemplo, que integram todos esses dados, fazendo com que eles “se conversem” e facilitem o seu trabalho de gestão.

Os resultados serão confiáveis e você poderá usá-los como base para o entendimento da empresa e também para uma tomada de decisões mais estratégica.

 

3 – Não agregar valor aos produtos ou serviços

Agregar valor aos produtos e serviços faz toda a diferença na gestão de micro e pequenas empresas.

Isso significa que simplesmente oferecer uma mercadoria pode não bastar.

Crie diferenciais com relação a atendimento, preço, entrega ou forma de pagamento, o que só é possível com planejamento e pensamento estratégico de negócios.

Mas você pode também oferecer um serviço com um plus a mais.

Quer um exemplo?

Vamos supor que o nicho da sua empresa seja de capacitação online e o cliente fez o cadastro na plataforma para fazer um curso de gestão de processos.

Você pode propor, por exemplo, que ele ganhe uma aula (ou pague menos por ela) sobre planejamento empresarial caso feche até determinada data.

Outra ideia interessante é oferecer um serviço básico em um primeiro momento e, ao fidelizar o consumidor, ofertar algo robusto e que agregará ainda mais valor para ele.

Assim você se torna competitivo, conquista mais clientes e tem mais chances de crescimento.

Agora que você já sabe as maiores dificuldades na gestão de micro e pequenas empresas, o que acha de implantar essas estratégias no seu negócio caso ainda não tenha feito?

Pode ter certeza de que elas fazem toda a diferença para o seu crescimento no mercado!