Arquivos da categoria: SGE – Sistema de Gestão Empresarial

Vantagens e desvantagens de manter o estoque mínimo

O estoque mínimo, que também é chamado de estoque de segurança, estoque de reserva, estoque de proteção, estoque de amortecimento ou buffer stocks vem sendo apontado como uma das melhores maneiras de aumentar o faturamento das empresas de forma mais sustentável.

E em tempos de crises e incertezas, como o que vivemos, essa pode ser a saída mais inteligente para o seu negócio, ou ainda, a sua única saída. Abordaremos neste tópico assuntos sobre as especificações do estoque mínimo, as vantagens e desvantagens e, caso você entenda que esse modelo pode ser aplicado na sua empresa, nós também ensinaremos a entender e calcular seu estoque da maneira mais simples possível. Continue lendo Vantagens e desvantagens de manter o estoque mínimo

O que é e quais são as principais vantagens de um ERP?

Você é o CEO de uma empresa ou é a pessoa responsável pela tomada de decisões cruciais para o futuro do negócio? Para ter uma boa margem de acertos é fundamental estar munido de informações precisas, relatórios completos e didáticos sobre o andamento da empresa, não é mesmo?

Por essa razão, os melhores CEOs costumam lançar mão de bons sistemas de gestão integrada para fazer escolhas adequadas e diminuir riscos.

Entenda o que é um ERP

A essa altura você provavelmente já tem alguma ideia sobre o que é um sistema ERP. Mas para não deixar dúvidas, vamos explicar mais uma vez. O ERP é um software de gestão capaz de integrar todas os dados e os processos operacionais da empresa num único sistema.
Continue lendo O que é e quais são as principais vantagens de um ERP?

Precisando vender? 4 lições para acertar nas estratégias de vendas

Janeiro e fevereiro são os meses de planejamentos e resoluções do que fazer e do que não fazer durante o ano. Porém, existem alguns pontos a serem ajustados para que o negócio tenha resultados mais adequados durante o período:

  1. Planejamento mais curto

É muito comum fazer planejamento para o ano todo, porém esquecem as mudanças de mercado que podem vir a ocorrer, tais como posicionamento, mudanças na equipe, foco, dentre outros. O ideal é que o período planejado seja de 3 a 6 meses no máximo.

  1. Acompanhamento objetivo

Reuniões a todo momento para definir o que será feito não é efetivo. De fato, é fundamental acompanhar o que será feito, porém uma reunião no começo ou fim da semana é suficiente para cada departamento.

  1. Replicar o que está dando certo

É necessário abrir os olhos para o negócio, identificando quem é o perfil do principal consumidor e se existem mais para prospectar.

  1. Não errar na tríade principal

Por fim, os três pontos principais que não podem ser deixados de lado para quem usa software de gestão são: garantir que o processo funcione para todos (adaptando, se necessário); cuidar para que as informações inseridas no ERP sejam de qualidade; e que a equipe seja treinada para registrar todos os dados necessários. Estes pontos bem alinhados garantem relatórios mais precisos e todo o acompanhamento será mais fácil.

Precisando de sistema de gestão? Entre em contato com a Insoft. Nossos profissionais estão prontos para entender o que você precisa.

A hora certa para investir em um ERP é agora

O ano de 2017 foi um marco na adoção de sistema de gestão no Brasil. Essa expansão foi de extrema importância para o aumento da eficiência e da competitividade das pequenas e médias empresas nacionais. Isto coloca o Brasil em 9º maior mercado de software e serviços de TI do mundo (ABES, 2017). Algumas particularidades do mercado brasileiro, como leis, regulações e recentes modernizações fiscais, fazem com que o software produzido no Brasil acabe se destacando. Continue lendo A hora certa para investir em um ERP é agora

Emissão da NFC-e por pequenos comerciantes ficará para 2019

Publicado no Diário Oficial do Estado (DOE), no último dia 29, o governador José Ivo Sartori editou decreto postergando para o dia 1º de janeiro de 2019 a obrigatoriedade de contribuintes com faturamento de até R$ 360 mil por ano emitirem a NFC-e (Nota Fiscal de Consumidor eletrônica). Esta mudança ocorreu, principalmente, pelas dificuldades de acesso à internet em regiões do interior. A NFC-e vem gradativamente substituindo a emissão de outros modelos entregues ao consumidor fiscal, tais como o cupom fiscal, a NF-e e a nota fiscal em papel, conforme tabela publicada pelo portal de notícias da secretaria da Fazenda: Continue lendo Emissão da NFC-e por pequenos comerciantes ficará para 2019

Reforma trabalhista: entenda o que muda no eSocial

Entraram em vigor agora em novembro as mudanças na legislação trabalhista aprovadas em julho. A reforma altera regras da Consolidação das Leis de Trabalho (CLT) e prevê pontos de negociação entre empregados e empregadores. Paralelo a estas alterações, as empresas precisam se preparar para o eSocial. Para as empresas que faturaram acima de R$78 milhões em 2016, entra em vigor dia 8 de janeiro de 2018 e a partir de julho para todas as outras empresas. Continue lendo Reforma trabalhista: entenda o que muda no eSocial

Benefícios de um ERP no gerenciamento de estoque

Os sistemas de gestão reinventaram o controle e gerenciamento das tarefas em diversos setores de uma organização, mesmo as pequenas e médias empresas exigem um gerenciamento capacitado e flexível. A automatização dos processos de estoque organiza as informações dentro de um banco de dados e os cruza para gerar indicadores da relação entre oferta e demanda. Assim sendo, um software de gestão garante que não falte produtos na empresa e, também, que não haja o excesso deles. Para isso é necessário análises constantes do fluxo de movimentação dos produtos, históricos de venda e prazos de entrega dos fornecedores. O sistema, além de possibilitar um novo modelo de organização e redistribuição dos produtos, permite uma nova performance que visa resultados financeiros.

Confira algumas vantagens fundamentais no sistema de gestão para automatizar o seu estoque:

Continue lendo Benefícios de um ERP no gerenciamento de estoque

Como o suporte pode ser uma diferencial na escolha de um sistema de gestão?

Um produto ou um serviço de qualidade já não se mostra um diferencial competitivo, é o mínimo que se é esperado. A diferenciação se dá realmente pelo atendimento, seja na venda, na orientação de treinamento/consultoria, no suporte ou na manutenção do produto/serviço (atualizações, por exemplo). O suporte é muito importante na escolha de um software de gestão empresarial (ERP). A falta ou má qualidade pode gerar impactos negativos para quem utiliza o ERP.

Continue lendo Como o suporte pode ser uma diferencial na escolha de um sistema de gestão?

Fluxo de Caixa e ERP: tomada de decisões estratégicas

O planejamento dos recursos que entram e saem é essencial para o sucesso de uma empresa. Por ser um software de gestão empresarial, o ERP contribui imensamente na otimização do tempo e também na redução dos gastos nos processos produtivos. Assim sendo, se torna muito útil no controle orçamentário, principalmente no controle das finanças, assim como vendas, orçamentos, pedidos, controle de estoque, nota fiscal, entre outros.

O fluxo de caixa é um montante de capital altamente volátil que uma empresa utiliza como base para firmar novos investimentos. Com a coleta, armazenamento e processamento de todas as informações do fluxo de caixa pelo sistema ERP, há confiabilidade das informações, decidindo assim se a empresa pode arcar com o investimento ou não.

A comunicação entre todos os setores da empresa é o principal atributo benéfico proporcionado pelo uso do ERP. Com dados bem apurados e informações precisas, é possível avaliar o desempenho de todos os setores. Desta forma, o sistema ERP está intrinsecamente associado às rotinas do fluxo de caixa de uma empresa.

Vantagens de um fluxo de caixa saudável

– Criação de planos e projeções de ação eficientes;

– Compreensão dos resultados financeiros de forma fácil;

– Visualização de potenciais problemas financeiros.

Desvantagens do fluxo de caixa sem um sistema ERP associado

– Armazenamento das informações feito de forma ineficiente;

– Informações escassas e com baixa confiabilidade;

– Erros podem destruir planejamentos por completo.

 

Saiba mais sobre o SGE,  o sistema de gestão da Insoft.