Arquivos mensais: agosto 2018

Módulo de contas a receber: organize as finanças e ajude o seu negócio a crescer

Quer saber por que contratar um sistema com módulo de contas a receber?

Primeiro, porque ele permite que você tenha total conhecimento e clareza do dinheiro que entra na empresa.

Dessa forma, além de ter uma visão mais ampla do seu negócio, você ainda vai ver uma boa quantia sobrar no final do mês.

Continue lendo Módulo de contas a receber: organize as finanças e ajude o seu negócio a crescer

BLOCO K – Sua empresa está adequada para essa nova obrigação?

Você provavelmente já ouviu sobre o Bloco K, mas você sabe o que é e do que se trata?

A implantação do Bloco K é uma ação da Receita Federal que tem como objetivo diminuir a sonegação fiscal, ato considerado crime, de acordo com a lei N° 4.729, de 14 de julho de 1965.

Trata-se de uma das partes de informação do SPED Fiscal ICMS/IPI, que constitui no livro eletrônico de Registro de Controle da Produção e do Estoque.
O livro Registro de Controle da Produção e do Estoque é destinado à escrituração dos documentos fiscais e dos documentos de uso interno do estabelecimento, correspondentes às entradas e às saídas, à produção, bem como às quantidades dos estoques de mercadorias. Logo, o Bloco K está diretamente ligado ao estoque e ao controle de produção, fornecendo informações em tempo real sobre a produção, insumos e estoque final já escriturado (com descontos de entradas e saídas).

Com a chegada dessa obrigação, as empresas terão uma fiscalização mais rigorosa sobre os seus processos.

Todas as indústrias, ou empresas equiparadas a indústria, e estabelecimentos atacadistas serão obrigados a enviar de forma digital para a Receita Federal o Livro de Registro do Controle de Produção e do Estoque, através do arquivo digital SPED Fiscal EFD-ICMS/IPI.
Foram estabelecidos prazos para que o Bloco K entre em vigor em definitivo, e alguns deles começaram a valer a partir de 1° de janeiro de 2018. Contudo, nem todas as companhias estão preparadas para isso e a não observância das exigências legais pode resultar em multas e dores de cabeça com a Receita Federal.

E sua empresa, já está preparada para a implantação do Bloco K ?

Muitas empresas ainda não se deram conta de que esta nova obrigação exigirá não apenas a implantação de um sistema capaz de gerar os arquivos eletrônicos, mas também a revisão e adaptação de processos e regras de negócio no processo produtivo e de gestão de estoques para atender a nova legislação.
O ideal é que a implantação do Bloco K seja tratado como um projeto estratégico e com o envolvimento direto das áreas de negócio responsáveis pelos processos produtivo, engenharia, gestão de estoques e fiscal da empresa. Portanto, fique atento aos prazos não deixe para última hora!

O SGE está preparado para a geração do Bloco K e oferece o suporte necessário para que as empresas atendam as novas exigências legais de forma prática e precisa. Além disso, contamos com uma equipe de consultoria especializada que poderá auxiliar sua empresa em todo este projeto.

Entre em contato conosco, agende uma visita, tire todas as suas dúvidas sobre o Bloco K e saiba como a Insoft pode ajudar a sua empresa nesse processo.

5 passos para um CONTROLE DE EPI eficiente

Em síntese, os EPIs correspondem a todos os equipamentos de proteção individual que têm como função assegurar a manutenção da integridade física e a saúde dos profissionais durante a execução de seus serviços.

Ou seja, o uso de um Equipamento de Proteção Individual é essencial, mas somente o uso não é tudo, é preciso que as empresas desempenhem um controle de EPI conscientizando os trabalhadores sobre a forma correta de utilizar, oferecendo equipamentos de qualidade e que estejam dentro do prazo de vida útil.

Por essa razão, neste post mostramos como fazer um controle eficiente de EPI! Acompanhe os tópicos seguintes! Continue lendo 5 passos para um CONTROLE DE EPI eficiente