Confira qual foi o cenário de ameaças nos dispositivos móveis em 2016

65 milhões: o número de vezes que bloqueamos ameaças móveis em 2016. Até dezembro de 2016, o número total de amostras originais de aplicativos maliciosos no sistema Android coletado e analisado por nós, bateu a marca de 19,2 milhões – uma enorme diferença das 10,7 milhões amostras coletadas em 2015.

Na verdade, a ubiquidade dos dispositivos móveis entre os usuários individuais e as organizações, juntamente com os avanços das tecnologias que alimentam esses dispositivos, refletem a proliferação exponencial, o aumento da complexidade e a expansão das capacidades das ameaças móveis.
Continue lendo Confira qual foi o cenário de ameaças nos dispositivos móveis em 2016

Saiba a importância de um sistema de gestão em tempos de crise

Eficiência:

Um sistema ERP elimina processos repetitivos e reduz muito a necessidade de inserir informações manualmente. O sistema também simplificará os processos de negócios e tornará mais fácil e eficiente a coleta de dados pelas empresas.

Informação Integrada:

Em vez de ter dados distribuídos em vários bancos de dados separados, todas as informações agora estão localizadas em um único local. Os dados também são mantidos consistentes e atualizados.

Relatórios:

O software ERP ajuda a tornar os relatórios mais fáceis e mais personalizáveis. Com recursos de relatórios aprimorados, sua empresa pode responder a solicitações de dados complexas com mais facilidade.

Serviço ao cliente. É mais fácil fornecer um serviço ao cliente de alta qualidade usando um sistema ERP. As pessoas de vendas e serviço ao cliente podem interagir melhor com os clientes e melhorar os relacionamentos com eles, através de um acesso mais rápido e preciso às informações e à história dos clientes.

Segurança:

Um novo sistema melhorará a precisão, consistência e segurança dos dados.

Quer mais controle e agilidade no seu dia a dia? Entre em contato conosco e tire todas dúvidas. 

Um olhar financeiro sobre a terceirização de infraestrutura de TI

Não há mais dúvidas de que apostar nos benefícios trazidos pela Tecnologia da Informação é investir no próprio desenvolvimento do negócio. Quando o objetivo é crescer, é na TI que as estratégias de aumento de produção e otimização dos recursos internos das organizações se concentram. E, essa consciência tem se tornado mais forte entre os CEOs brasileiros, que finalmente estão aprendendo o real valor desse investimento e o impacto positivo que eles podem trazer.

Ao mesmo tempo, investir em uma estrutura própria de TI, além de custar caro, envolve dedicação e atenção dos gestores para formar equipe, gerir seu desempenho, acompanhar processos operacionais, acompanhar obsolescência tecnológica, entre outras atividades operacionais que demandam tempo e desviam sua atenção do que é mais primordial, seu core business. Neste sentido, a terceirização ganha cada vez mais espaço. Delegando a terceiros as atividades que não são as principais do negócio, é possível concentrar os esforços apenas no que realmente importa, e ainda contar com fornecedoras altamente especializadas para administrar o ambiente de TI de forma mais eficiente.

Porém, fica claro que em tempos de crise financeira e recessão como o que estamos passando, os investimentos em TI têm sido postergados para dar lugar a despesas imediatas inerentes ao negócio, como pagamento dos salários dos funcionários, pagamento de dívidas, compromissos com fornecedores, entre outros. Sem o investimento necessário, um baixo investimento em tecnologia e as tecnologias que suportam o negócio ficam defasadas o que, na minha opinião deveria ser prioridade.
Continue lendo Um olhar financeiro sobre a terceirização de infraestrutura de TI

Estratégia e segurança de informação

O fato da segurança da informação ser fundamental para as operações das empresas, já é consolidado e exaustivamente debatido em qualquer bibliografia, assim como a importância e a necessidade de controlar e preservar as informações não autorizadas de ataques de hacker.

O que gostaria de passar nesta publicação é a importância de tratar a segurança da informação no nível estratégico das organizações e não somente deixar essa tarefa para as equipes técnicas especializadas.
Continue lendo Estratégia e segurança de informação

Anatel contraria ministro e diz que não há planos de limitar internet fixa

A Anatel e o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações parecem estar em desacordo. Enquanto o ministro Gilberto Kassab afirma que a partir de 2017 começaremos a ver os planos de internet fixa limitada, a Anatel diz que não há qualquer plano para reabrir essa discussão, e que tudo continua como está.

Atualmente, a prática das franquias da banda larga fixa está proibida por uma medida cautelar vigente por tempo indeterminado. A medida foi tomada pela Anatel após a comoção popular observada no ano passado, quando o tema ganhou força. A decisão foi anunciada como uma forma de ganhar mais tempo para discutir e observar os prós e contras das franquias.

Em entrevista ao G1, Juarez Quadros, atual presidente da agência, contrariou as declarações do ministro Gilberto Kassab. “Não há, por parte do Ministério e também da Anatel, nenhuma intenção de reabrir a questão”, afirmou ele.

Segundo Quadros, Gilberto Kassab cometeu um equívoco em sua declaração de que pacotes de dados limitados poderão ser comercializados a partir da segunda metade do ano.
Continue lendo Anatel contraria ministro e diz que não há planos de limitar internet fixa

Hiperconvergência veio para ficar

Mesmo pequenas e médias empresas têm adotado soluções hiperconvergentes devido à praticidade que oferecem no dia a dia

No Brasil, vivenciamos um cenário econômico que exige adaptação das empresas para criarem oportunidades e driblarem as dificuldades, a fim de tornarem-se referências no mercado. Redução de custos, muito planejamento e entrega de resultados expressivos para melhorar os negócios fazem parte da rotina de todos os setores da indústria, independentemente do porte da companhia. Uma tendência em tecnologia que contribui com a estratégia das empresas são as soluções hiperconvergentes, que garantem benefícios tangíveis e vêm ganhando força no mercado.

A hiperconvergência permite que em uma única solução seja possível trabalhar de forma conjunta: virtualização, armazenamento, redes, segurança e processamento. Assim, a empresa economiza espaço físico no data center e reduz o consumo de energia e calor. Outro benefício da tecnologia é que, ao adquirir uma solução hiperconvergente, é possível reduzir o custo total de propriedade (Total Cost of Onwnerwhip -TCO) em pelo menos 20% em comparação com uma tecnologia tradicional. Adicionalmente, a gestão operacional é mais simplificada e barata a médio e longo prazo.
Continue lendo Hiperconvergência veio para ficar

Quanto custa não investir em tecnologia para a gestão?

De acordo com Robinson Oscar Klein – CEO na CIGAM, a tecnologia é fundamental para melhorar a gestão e a operação de negócios dos mais variados segmentos, já não resta dúvidas. É notável as melhorias que um sistema de gestão traz para o seu negócio, potencializando o trabalho, melhorando a produtividade, competitividade e ampliando a geração de receita.

Por outro lado, quanto custa não o ter? Isso equivale a perguntar quanto custa não ter controle sobre todos os processos, do backoffice ao ponto de venda, passando por todos os departamentos, documentos, procedimentos e pessoas.

Qual o custo de não automatizar tarefas que podem perfeitamente ser executadas por um software, disponibilizando recursos humanos para ações estratégicas? Quanto se gasta ao não ter controle sobre processos operacionais, arcando com erros e retrabalho? Qual a perda por não ter à mão dados claros para a gestão assertiva de todas as áreas do negócio?
Continue lendo Quanto custa não investir em tecnologia para a gestão?

Pesquisa da Kaspersky Lab revela uso inadequado de senhas pelos usuários

No mundo inteiro, usuários da Internet ainda precisam aprender a usar senhas para se proteger on-line de modo eficiente. Uma pesquisa da Kaspersky Lab mostrou que as pessoas colocam sua segurança online em risco ao tomar decisões incorretas e cometer erros simples em relação às senhas que usam, o que pode gerar consequências de longo alcance.

A pesquisa revelou três erros comuns no uso de senhas que colocam em risco um grande número de usuários da Internet: (1) as pessoas usam a mesma senha em diversas contas, o que significa que se uma delas for descoberta, todas elas poderão ser invadidas; (2) as pessoas usam senhas fracas, fáceis de decifrar e (3) as pessoas armazenam suas senhas sem segurança, invalidando totalmente o objetivo de ter uma senha.
Continue lendo Pesquisa da Kaspersky Lab revela uso inadequado de senhas pelos usuários

Saiba como evitar que roubem seus dados na internet

 

O phishing é uma técnica de fraude eletrônica que tem a intenção de roubar dados pessoais ou de instalar um programa, um malware (abreviação de “malicious software”, ou software malicioso, em português), com a mesma finalidade. Essa coleta de dados pode incluir os seus contatos que, invariavelmente, serão alvos do mesmo truque.

A origem do nome, que vem de pescaria em inglês, faz jus ao modo como cibercriminosos empregam esse método. O phishing usa uma isca, que pode chegar por e-mail, SMS, redes sociais ou apps de mensagem. Se tudo parecer perfeito, muitos colocarão a boca no anzol.
Continue lendo Saiba como evitar que roubem seus dados na internet

A difusão da TI na empresa como um todo

Empresas de todos os segmentos já possuem seus próprios departamentos de TI ou fazem uso de alguma tecnologia por meio de outsourcing, ou terceirização, termo mais conhecido no Brasil. Contudo, percebeu-se que as mesmas paredes que organizam as corporações em diferentes setores, acabam também por dividi-las. Em um mercado que exige vasto conhecimento global e caráter inovador por parte de seus profissionais, hoje a tecnologia é a via capaz de reunificar estes esforços em nome de maior eficiência.

A estrutura vertical das empresas, regida pela hierarquia e divisão das tarefas, delimitou os profissionais em especialidades. Isso acabou por gerar silos, que muitas vezes não se conversam e atuam no sentido contrário ao do core business. A “horizontalização” do trabalho tem sido uma boa saída para formar um ambiente que estimule a integração de equipes e o conhecimento sobre as missões e os valores de uma instituição – sendo a tecnologia peça central para este processo. Com isso, já tem início um movimento que aposta na cultura da “TI na empresa como um todo”.
Continue lendo A difusão da TI na empresa como um todo